29 abril 2013

Insónia

Noites de insónia são como viver em jet lag permanente.

Noite após noite, dia após dia, instala-se o cansaço físico e mental, a falta de concentração e a irritabilidade.

Se este for o seu caso, saiba que não está só: de forma pontual, transitória ou crónica, 50% da população já experimentou noites de insónia.

Não desanime nem se renda! A insónia pode ser prevenida e tratada! Mais à frente neste post, ofereço-lhe um plano de intervenção.

Se encontrar dificuldades adicionais, contacte-me. Não adie noites de sono tranquilas, reparadoras e revigorantes.

A insónia pode surgir devido a problemas de saúde, mudanças de vida, medicação, depressão ou ansiedade.

Os tratamentos psicossociais são preferíveis aos farmacológicos, devido aos efeitos secundários de dependência que estes últimos podem implicar.

As estratégicas consideradas mais eficazes são as terapias de Controlo do Estímulo, Restrição do Sono, Relaxamento, Educação da Higiene do Sono e Cognitivo-comportamental.

Prevenir e combater a insónia é fundamental para a sua saúde e bem estar... e tenho a certeza de que quem o rodeia também agradece ;)

Apresento-lhe um plano simples para combater as insónias, que pode começar a utilizar já hoje:
  • Deite-se todos os dias à mesma hora.
  • Controle o ambiente do quarto: temperatura, humidade, luz, barulho.
  • Se não sentir sono nos primeiros 15/20 minutos,  levante-se e vá para outra parte da casa. Leia, veja televisão, descontraia.
  • Use o quarto e a cama apenas para dormir ou para o relacionamento amoroso. Deixe a leitura, televisão ou computador fora do quarto.
  •  Se acordar durante a noite e não voltar a adormecer passados 15/20 minutos,  levante-se, saia do quarto e relaxe. Volte para  a cama apenas quando se sentir sonolento.
  • Levante-se todos os dias à mesma hora, mesmo que tenha dormido mal.
  • Não tente corrigir o problema indo para a cama mais cedo na noite seguinte. Vá para a cama à hora habitual.
  • Elimine o consumo de substâncias estimulantes e inibidoras do sono, tais como o álcool, o tabaco, o café e o chá.
  • Seja paciente. A aquisição de novas rotinas exige persistência. Os seus efeitos podem demorar 2 a 4 semanas a aparecer, dependendo da causa e severidade da insónia.
  • Se a insónia persistir, contacte um técnico de saúde. Pela minha parte, estou a seu dispor!

Sem comentários:

Enviar um comentário